Carga eletrostática

Potencial fonte de ignição e risco latente para as empresas

As causas da carga eletrostática nos sistemas e dispositivos são diferentes: Fundamentalmente, há uma distinção entre o movimento de superfícies sólidas e líquidas uma em relação à outra, a separação entre superfícies sólidas, indução eletrostática, atomização líquida e solidificação potencial. O monitoramento de aterramento consistente pode proteger contra este risco.

Proteção: Equalização potencial para veículos e caminhões tanque

 

O motorista de um caminhão tanque entrega matérias primas para uma fábrica de produtos químicos. A estação de carregamento é equipada com grampos de aterramento simples, que o motorista utiliza. Ele engata cuidadosamente os grampos de aterramento ao seu veículo tanque. Infelizmente ele decide usar uma parte de plástico no chassis de seu reboque para isso. O veículo não está aterrado. Durante o descarregamento o veículo é carregado eletrostaticamente, e uma descarga forte ocorre, o que poderia resultar na ignição de uma mistura explosiva.

Solução: Monitoramento de aterramento

Com o dispositivo de monitoramento de aterramento FARADO®, é possível indicar a equalização potencial de funcionamento por meio de um sinal de LED bastante visível. Além disso, as saídas de comutação podem ser usadas para atuar determinados componentes, por exemplo, para ligar ou desligar as bombas. Processos onde há a geração de cargas perigosas podem, portanto, ser interrompidos imediatamente.

Evite fontes de ignição por meio do monitoramento permanente de aterramento!

Dispositivo de monitoramento de aterramento FARADO®

send enquiry